Olá !!! Obrigada pela visita ! Esse é o diário de grávida da Manuela Barros, que está esperando a linda Laurinha !


Perfil

QUEM SOU EU:
Manuela Barros.

IDADE:
26 anos.

ANIVERSÁRIO:
16/03.

SIGNO:
Peixes.

ESTADO CIVIL:
Casada.

NOME DO MARIDO:
Marcos.

IDADE DO MARIDO:
27 anos.

MINHA PROFISSÃO:
Jornalista, mas no momento não estou exercendo. Também trabalho como modelo e bailarina.

CIDADE NATAL:
Curitiba - Paraná - Brasil.

ONDE MORO:
Santiago de Compostela - Espanha.

TIME:
No Brasil o Atlético Paranaense e na Espanha o Deportivo de La Coruña e o Barça.

PERFUME:
Angel, sempre !!!

PAIXÕES:
Deus; minha família, meu marido; minha filha Laura; dança; cachorros (principalmente a Lua, o Denis e o Toby); minha gatinha Iris; artes marciais; Clube Atlético Paranaense; jornalismo (TV em especial); leitura; tatuagens (tenho 8); meus piercings (tenho 3); comprar, enfim, TUDO QUE ME FAZ FELIZ !!!

NÃO SUPORTO:
Injustiça, mentira, preconceito e crueldade com os animais.

FILMES:
Cidade de Deus, Tropa de Elite, Paixão de Cristo, Apocalypto, Diário de uma Paixão entre muitos outros...

DESENHOS:
Punk Brewster, Ursinhos Gummy, Muppets Babies, Simpsons e Chin Chan.

MÚSICAS:
Depende do momento e da companhia, mas sou bem eclética. Curto desde samba, pagode até rock and roll ! Psy, techno, house...

LIVROS:
A Bíblia SEMPRE, Carandiru, Contágio Criminoso e todos que me agreguem alguma coisa.

COMIDA:
Tenho saudade da comida brasileira... Feijoada ! Adoro massas, especialmente pizza e doces ! Sou uma formiguinha !!! Açaí, então !!! Af ! Mas comida japonesa, ui, tô fora !

MULHER BONITA:
Angelina Jolie, linda demais !!! De estilo gosto de Victoria Beckham e Nicole das Pussycat Dolls.

HOMEM BONITO:
Ricky Martin.

ÍDOLO:
Idolatrar somente a Deus, que morreu na cruz por nós, mas quem eu mais tenho admiração são pelos meus pais e pelo Ayrton Senna.

MINHA FRASE:
"Se diante de mim não se abrir o mar, Deus vai me fazer andar por sobre as águas."


Contatos

Se você tem alguma dúvida, sugestão ou comentário mesmo pode me escrever no email: manu_ctba@hotmail.com. Não adiciono no MSN, ok ?! Por favor, não insista !!!

Visitas



Esse blog foi feito em homenagem a minha filha Laura e para dividir com as mamães, futuras mamães, interessadas e amigos essa fase tão mágica e especial da gravidez !!!

Posts anteriores


10/05/2009 a 16/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
12/04/2009 a 18/04/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
16/11/2008 a 22/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008

Minhas coisinhas





Quer fazer parte da Campanha? Pegue o seu Selinho no Várias Coisinhas!











































Links

  • Cantinho da Manu
  • Guia do Bebê
  • Cadê o nenê
  • Chá da Laura

    Template

    Feito por Karen Gonçalves

    Muitos gifs pro seu Blog!




  • 1 MÊS

    Fomos para o Rio de Janeiro. A viagem em si foi boa. A Laura foi naqueles bebês confortos, mas não parava muito... Viagem muito longa ! Dez horas de carro. Uma hora deu um ataque de choro nela, mas depois de um tempinho passou... Acho que estava cansada, sei lá. Tava muuuito calor lá. A Laura ficou com brotoejas no rostinho. Mas até que não foram muitas, passamos aquele talquinho especial e já melhorou. Ela suava demaaais !!! Puxou o pai. Rs ! A mulher do meu primo, Fabíola, tem uma filha de 2 aninhos que ainda mama no peito. Ela amamentou a Laura e ela pegou numa boa, mas o leite não chegava, quando terminava ela ainda queria a mamadeira.

    Eu seguia com ela dia e noite, noite e dia no peito. Até dormindo a noite ela não largava, eu não podia nem sequer me mexer de madrugada. Falando em dormir, a noite a Laura tinha dias que acordava e não queria mais dormir... Eu ficava poooodre, cansadérrima mesmo. Tinha vezes que ela só chorava... Mas acordava muitas vezes durante a noite. Que saudade de dormir uma noite tranquila... Rs ! Meu Deus do céu, era meu maior sonho ter uma noitinha inteira de sono ! Eu não me importava estar todo o dia cuidando dela, com ela em braços nem nada, mas não dormir a noite era de matar ! Quando ela dormia de dia, que também não acontecia com muita frequência, eu saía correndo pra ir no banheiro, tomar um banho ou algo assim.

    Começou a me dar uma dor no pulso direito de tanto segurá-la. E piorou a cada dia. Rs ! Faz parte. Eu torcia para que o tempo passasse rápido pra que ela ficasse mais firminha e eu poder fazer algo mais da minha vida. Hehehehe ! Éééé, mulherada, esse comecinho é difícil !!! Mas tudo questão de adaptação.

    Bom, já estava chegando a hora de voltar pra Espanha outra vez. Minha mãe estava louca, não queria que eu voltasse... Ainda mais porque o pediatra tinha falado que mais ou menos com 45 dias os bebês começam a responder os estímulos do sorriso. Quando você sorri para ele, ele devolve o sorriso. Mas não tinha jeito... O Marcos estava esperando.

    A viagem estava marcada. Eu estava morreeeendo de medo que a Laura tivesse aquelas crises de choro dela no meio do avião !!! Que nervoso !!! Afinal dessa vez eu ia voltar sozinha, não tinha minha mamãe para me ajudar.

    Curitiba - São Paulo até foi numa boa... Bem na hora de descer a Laura começou a chorar e tive que fazer mamadeira ainda no saguão de aterrisagem. Com mala, carrinho, afff... Já fiquei mais nervosa ainda. Ela não parava de chorar. Ficamos alguuuumas horas em São Paulo. E nada de ela parar. Eu fiz de tudo. Troquei fralda, dei mamá, dei o peito e nada... Que desespero ! Comecei a chorar junto com ela !!! Liguei para a minha mãe igual uma doida. As duas chorando... Afff !!! Pensem ! Que vergonha ! Aí eu ia nas cafeterias, pedia pra esquentarem a mamadeira, mas tava com ela no colo, mala, carrinho, ficava completamente perdida e destrambelhada. Ela mamou e finalmente depois de muuuito tempo chorando (minutos que foram eternos na minha vida) ela parou...

    Entramos no saguão de embarque e dá-lhe chorar outra vez. Eu rezaaaaando pra que não acontecesse, mas que nada ! Outra crise de choro. Fiquei imaginando como seria durante o vôo. Tava com dez tipos diferentes de dor de estômago ! Rs ! Ainda bem que foi uma menina muito prestativa ao meu lado.

    A Laura dormiu no peito e eu nem pensei em largá-la pra evitar que ela despertasse e chorasse. Ainda mais porque o vôo era a noite e estava todo mundo dormindo. Não consegui nem comer. Tive que ficar com ela "pendurada" e não podia pregar o olho. Tava parecendo um zumbi porque já não tinha dormido praticamente na noite anterior arrumando as coisas pra viajar. Meus olhos fechavam e eu fazia força para abrí-los. Um horror ! Que mal estava passando ! A cabeça pesava, caía, mas não podia dormir com a Laura nos braços que era perigoso. Só rezava para que chegassemos de uma vez. Olhava no relógio e nada da hora passar... Pelo menos a minha princesa estava dormindo. Mas eu estava num caco, parecia que havia passado um caminhão em cima de mim; e sem comer ainda...

    Chegamos em Madrid ! Que alívio ! Já estava acabando... Agora só faltava mais umas 3 horinhas. Isso de avião, porque de carro ainda faltariam 4 horas do Porto até Santiago. Tinha que sair "voando" do avião para pegar o outro e não perder o vôo. Tinha um intervalo de apenas uma hora e tinha que passar pela alfândega, raio-X, e ainda pegar o metrô, atravessar todo o aeroporto e andar mais alguns quilômetros. Saí correndo com a Laura no colo, as malas... Corri, corri, corri !!! Genteeeee, eu não aguentava mais !!! Minhas pernas tremiam, eu já estava vendo tudo nublado ! Deus, estava pagando todos os meus pecados ! Jurei pra mim mesma que nunca mais viajaria sozinha com a Laura. Pingava, transpirava... E tira blusa, põe blusa pra não carregar, Laura chorando... E eu correndo !

    Cheguei na porta de embarque 20 minutos antes do horário e não me deixaram embarcar !!! Nossa, eu não acreditava !!! Não podia ser !!! Tive que voltar tudo para ir na companhia aérea que me informou que eu teria que esperar quase 4 horas para um próximo vôo. Eu já estava desvanecendo... Não tinha mais forças, tava quase caindo no chão de tão mal que eu estava passando, de tão tonta e fraca... Só conseguia chorar... Liguei para o Marcos pra avisar e ele foi super estranho comigo. Meio grosso, como se a culpa de eu ter perdido o vôo fosse minha. Só por Deus mesmo, só podia ser Ele que estava ali comigo porque eu não sei nem como estava aguentando segurar a Laura de tão mal que eu estava. Liguei pra minha mãe, ela ficou desesperada porque viu o estado que eu estava... Nem falar eu conseguia direito. Ficou com medo que eu desmaiasse, deixasse a Laura cair e coisas assim... Dei mamadeira pra Laura, sentei numa cadeira e não conseguia mais levantar. Estava toda trêmula, bamba mesmo, enxergava tudo preto ! Bom, finalmente embarcamos.

    Chegamos em O Porto. Eu nem acreditei. O Marcos estava lá esperando. Fomos para um apartamento de um tio meu que está vazio para eu poder descansar um pouco mas eu não conseguia dormir de tão podre que estava e o Marcos já queria ir pra casa, então decidimos ir. Mais quatro horas de carro. O sono vinha, mas mais uma vez não podia dormir porque tinha a Laura nos braços. Acho que nunca fiquei tão zumbi assim em toda minha vida.

    Chegamos em casa bem de noite, eu já estava há mais de 48 horas sem dormir. Dei um banho na Laura e a única coisa que eu queria era a cama. O Marcos até ficou chateado. Mas eu estava muito cansada, ele tinha que entender. Minha mãe ligou pedindo que ele me ajudasse com a Laura porque eu precisava dormir. Conversei com ele, expliquei que ela acordava várias vezes a noite, que precisava da ajuda dele, sobretudo nesse dia, mas ele não quis nem saber !!! Disse que tinha que trabalhar no dia seguinte, que ele não ia acordar a noite porque era ele que tinha que colocar comida em casa e que ele também estava cansado porque dirigiu... A Laura acordou várias vezes e ele nem sequer abriu o olho em nenhuma delas ! Nossa, eu não acreditava que aquilo estava acontecendo !!! Gente, ele sabia o estado que eu estava... Aquilo era muita falta de consideração, falta de coração ! Até parece mentira que ele estivesse estado dormindo um mês inteirinho que estive fora e que não pudesse me ajudar nessa noite.

    Foi só o começo... Todos os dias era a mesma coisa. Ele falava que eu não trabalhava, não fazia nada o dia inteiro... Que "só" cuidava da Laura. Que pesadelo ! Eu estava sozinha no fim do mundo e sem ninguém por perto, pra me ajudar nem nada. Ficava o dia inteirinho sozinha com a Laura no peito, não podia fazer NADA ! Nem ir no banheiro ! Eu deixava ela no berço gritando para poder fazer ao menos um xixi ! Quando ela dava uma dormidinha eu corria pra lavar a louça, esterilizar as mamadeiras, colocar as roupinhas dela pra lavar, e essas coisinhas... Não me dava tempo para mais. O resto do dia ela ficava no peito !

    Eu ficava muito angustiada porque não conseguia fazer nada ! Desfazer minhas malas, arrumar a casa, nada. Me sentia a pessoa mais inútil da face da terra. Chorava de desespero porque não tinha mais vida. Era Laura 24hs por dia. Ficava andando pela casa, balançando ela nos braços.

    O Marcos fazia a comida pelo menos, mas depois queria dormir e nem saber de me ajudar. Nem pegava a Laura quase. Nossa, aquilo para mim era muito estranho. Sei lá, parecia que não tinha amor, não sei... Não sei explicar o que eu sentia ! Uma frustração como mulher, como família, como tudo ! Quando ele chegava, depois da meia-noite, eu dava banho nela porque não conseguia encher a banheira sozinha e era isso que ele fazia pra me ajudar. Ainda chegava reclamando que eu não havia feito nada, que eu era uma inútil, que eu não trabalhava, que ele que tinha que fazer tudo, trabalhar fora e ainda cuidar da casa, que onde já se viu isso... Eu falava com a minha mãe quando dava e chorava...

    A Laura começou a ter umas crises de choro lá por 22hs. Todos os dias. Ela chorava, chorava, chorava muuuitoooo, sem parar durante uma meia hora, suava, ficava toda vermelha e nada que eu fizesse a acalmava. Eu chorava desconsolada junto com ela. Parecia que sentia muita dor, sei lá. Eu fazia massagens, ninava, trocava fralda, dava mamá, peito, mas nada adiantava... De repente ela parava de chorar, do nada, assim como começou.

    Resolvi começar a dar banho sozinha, porque o Marcos chegava muito tarde pra Laura estar acordada, ainda mais com o frio que estava. Fazia o chá de camomila para colocar no banho, ligava o aquecedor e deixava ela no berço olhando pro móbile dela enquanto ia pegando água com canecos até encher a banheira. Aprendi a fazer aquela mansagem shantalla no site da Natura e todos os dias fazia nela com óleo de bebê Jhonson´s de lavanda para o soninho (aquele com a tampinha roxa). Ela adorava a massagem !!! Mas bastava colocar os pezinhos na água que o berreiro começava... Conversava muito com ela, cantava, mas não adiantava. Minha sogra viu um dia eu dando banho nela e ficou assustadérrima ! Disse que não sabia como eu era capaz de banhá-la assim... Que ela não aguentaria... Mas o que eu podia fazer ? Nada, né ?! Todos os dias na hora do banho eu aplicava sorinho no nariz e com aquela bombinha tira-mucos (perinha) eu aspirava o narizinho dela. Também passava talco, mas por cima da roupinha de baixo porque tinha medo que desse alergia. Logo após o banho eu dava o peito pra ela e ela já adormecia. O sono durava umas duas horas, no máximo. Aí ela acordava, muitas vezes demorava uma ou duas horas pra dormir outra vez e assim a noite toda. E depois acordava as 6 e pouquinho da manhã e nada de dormir outra vez ! Eu tinha dias que acordava com ela essa hora e choraaaava, rezando pra que ela dormisse mais um pouquinho só porque eu não era capaz de me aguentar em pé ! Mas que nada ! Ainda mais porque não tinha ajuda nenhuma do Marcos. Ele tinha que trabalhar no dia seguinte e ai de mim se eu o despertasse. Ele podia me ver morrendo com ela, tentando fazer dormir, que ele fingia que não estava acontecendo nada. Aliás, ele fingia que estava dormindo e que nem escutava, o que era impossível !!! No meio da manhã a Laura até dormia outra vez, mas no peito e dificilmente largava. Essa soneca durava no máááximo uma hora. Se eu a colocasse no carrinho ou no berço durava meia hora como muito. Eu ficava super cansada, mas não podia dormir junto com ela porque esse era o único tempo que eu tinha para respirar e fazer "algo".

    Com aproximadamente 45 dias ela começou a sorrir. Ai, fiquei tão feliz !!! Que coisinha mais linda ! Antes ela já sorria, mas os médicos dizem que é uma contração involuntária do músculo, mas nessa fase eles já respondem ao seu sorriso. Bem pertinho do segundo mês ela já ria bastante, respondia sempre ao sorriso da mamãe. Uma delícia ! Aí vai começando uma fasezinha melhor, mais bonita e engraçadinha.

    Ela já começou a ganhar peso bem nessa fase, já estava mais rechonchudinha... Rs ! As perninhas um pouco mais grossas... O cabelo começou a cair, mas não chegou a ficar carequinha, não. Ela sempre teve bastante cabelo. Acho que nesse aspecto puxou a mãe.

    Já começou a prestar atenção no móbile dela que ficava no berço. Ele tocava músicas clássicas e os bichinhos giravam e ela prestava atenção. As vezes eu deixava a luz beeem baixinha e acendia a luz do móbile e esta refletia lua e estrelas. Ela adorava !!! Ficava vários minutos observando, descobrindo ! Também começou a olhar pra um paninho que eu deixava no berço, desses cheirinhos, e mexia nele algumas vezes.

    Com 1 mês usou seu primeiro tênis ! Rsrs ! Coisinha mais linda ! Eu não saía muuuito com ela por causa do frio, mas algumas vezes fomos passear no shopping mas ela nem pensar em ficar no carrinho ! No carro também não ficava no bebê-conforto de jeito nenhum !!! Só no peito ! E sempre adormecia... Como os bebês gostam de carro !

    Bom, acho que de 1 mês é isso... Se eu lembrar de mais alguma coisa vou complementando... As fotos também já colocarei, se Deus quiser e me der tempo, amanhã !



    Postado por Manuela às 11h37
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    COMPLEMENTANDO O POST DE RECÉM-NASCIDO

    Bom, complementando o post de recém-nascido, já que não couberam algumas coisas e outras me lembrei pelo caminho... Rs !

    - O bebê perde peso mesmo nas primeiras semanas que nasce. É normal e não deve ser motivo de preocupação. Com um mês já deve ter recuperado o peso de quando nasceu. O bebê ganha cerca de 200g por semana. As primeiras fraldas ficam enormes. Eu comprei aquelas de recém-nascido e mesmo assim ainda sobrava um pouquinho. Mas não compre muito desse tamanho porque eles crescem rápido e logo perdem. Tem bebê que nem precisa usar. A mesma coisa com as roupas. Ficam todas sobrando. Enooormes !!! Mesmo algumas de recém-nascido. Até porque normalmente eles ainda são magrinhos. As da Laura ficavam super grandes.

    - Outra coisa a alertar é que quando eles nascem de parto normal geralmente nascem com a cabecinha torta, deformada e isso não significa que ela vá ficar assim. A Laura quando nasceu eu até levei um susto. Nasceu com a cabeça torta e a orelha amassada, mas logo depois vai tudo indo pro normal ! Rs ! Não se preocupem !

    - Com relação ao banho, há que ficar esperta. No Brasil eles dão uma atenção especial para o primeiro banho da criança, inclusive ensinando os papais, mas na Espanha não foi assim, pelo contrário. Eles acordavam a Laura quando ela estava dormindo, tiravam toda a roupa, metiam debaixo de uma torneira como se fosse um animal, jogavam água de qualquer jeito, deixavam cair na carinha e tudo... Eu fiquei muito puta da cara porque só fiquei sabendo disso depois, o Marcos que me contou mas nós já havíamos saído da maternidade se não eu ia ter rodado a baiana. Resultado de tanto sangue frio: a Laura ficou com trauma de banho e todo dia era um suplício pra banhá-la. Eu quase chorava com ela porque bastava colocá-la na água e ela, ao contrário da maioria das crianças que adoram água, chorava tanto, tanto, tanto que parecia que estavam matando ela !!! Era de doer o coração ! E ela ficou assim até os 3 meses de idade. Se eu pego a **** que deu banho nela a primeira vez... E o Marcos ficou impressionado mas nem pra falar nada também...

    - Ainda com relação ao banho, eu comprava camomila, fazia bastante chá e colocava na água do banho da Laura com uma pitadinha de sal grosso. Dizem que ajuda a relaxar e é bom também para as energias negativas e essas coisas (pra quem acredita... rs).

    - Logo que ela nasceu, ainda no hospital, ela espirrava bastante. Eu fiquei super preocupada, ainda mais porque todo mundo entrava, pegava nela... Fiquei com medo que ela tivesse pego algum resfriado ou alguma coisa assim, mas o pediatra falou que é super normal, que eles estão expelindo coisas e necessitam mesmo espirrar.

    - Cera do ouvido também saía, mais de um lado que de outro, mas também é normal.

    - Para as cólicas que eu pensava que ela tinha, haviam me dado de presente uma bolsinha de gel que você pode esquentar no microondas mesmo e depois coloca na barriguinha. Parece que ajuda um pouquinho mesmo e acredito que não é cara...

    - Falando nisso, pra fazer caca a Laurinha fazia uma força, mas uma força que eu ficava super assustada !!! Me dava uma dó porque ela ficava toda vermelha e fazia muitas caretas, parecia que sofria muito, que alguma coisa doía quando ela ia fazer as "cacolas". Mas o pediatra disse que é normal, que eles ainda não conseguem controlar a força que fazem e não sabem direito como expulsar ainda, mas isso não significa que eles estejam sentindo dores ou algo assim.

    - Com relação a pomada protetora para o bumbum, a princípio eu não sabia qual comprar porque estava na Espanha e não conhecia nenhuma. Escolhi uma da Nenuco que parece o Hipoglós no Brasil. Mas o pediatra me receitou Bepanthol. Nunca mais mudei. Achei ótima porque é de fácil aplicação, parece bem hidratante e o bumbum não fica branco como o Hipoglós, o que ajuda muito na remoção porque o Hipoglós é muito difícil de tirar tudo.

    - Ainda falando da higiene, eu só usava lencinho humidecido quanto ela fazia cocô e depois ainda passava um algodãozinho com água morninha. Por mais que sejam feitos para bebês, não recomendo usar esses lencinhos porque eles contêm produtos que podem causar assaduras, alergias e essas coisas. A melhor coisa que tem é um algodão molhadinho só em água. Quando você vai passear tudo bem usar os lenços, mas evite que isso seja uma rotina.

    - Outra coisa: antes de trocar a fraldinha ou fazer a mamadeira é muito importante que a mamãe lave muito bem as mãos e, se não é possível, o álcool 70% também serve, já que mata as bactérias e micróbios. É só esfregar bem nas mãos. Eu já deixava um frasco do lado do trocador dela e outro dentro da mochila de passeio. Nunca se sabe quando haverá um imprevisto. Na verdade eu tinha um em cada cômodo da casa para que as visitas também usassem, mas não adiantava muito... Faltava semancol...

    - Para fazer a mamadeira, não sei se é precaução demais, mas eu comprava água mineral e ainda fervia, aí colocava um pouco na garrafa térmica e um pouco em outra garrafa. Ficava bem mais prático na hora de fazer o mamá porque era só misturar e adicionar o leite em pó; inclusive para as mamadas noturnas.

    - Falando da hora de dormir, a Laura desde que nasceu sempre dormia toooda torta !!! Eu colocava ela de lado, bem direitinha e quando ia olhar ela estava em uma posição completamente diferente e aparentemente super incômoda ! Rs ! Eu ficava impressionada, mas também dizem que é normal, que é por causa da posição que eles ficam na barriga.

    - Vamos falar sobre a mamãe agora. A pomada que eu passava nos meus pontos se chama Fibrase e quando doía eu passava Andolba que é um spray muito bom para queimaduras também e é anestesiante. O anticoncepcional que a minha ginecologista recomendou é o Cerazet, o único que pode ser tomado pelas mamães que amamentam, é universal. Todos os outros cortam o leite, inclusive as pílulas do dia seguinte. Há que ter muito cuidado com qualquer remédio que se toma enquanto amamenta.

    - Falando em amamentação, a única coisa que eu não gostava muito é que você perde a liberdade de usar qualquer roupa e sutiã. Pra sair de casa você tem que escolher uma roupa especial, uma lingerie especial, que você possa amamentar sem se expor muito, que seja fácil, que abra na frente, não tenha ferrinho e essas coisas... Eu ficava morrendo de saudade de usar minhas roupas "normais"... Rs ! Mas faz parte !



    Postado por Manuela às 18h01
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    MIL DESCULPAS !!!

    Genteeeeee !!! Ai, quando entro aqui me dá um aperto no coração porque queria tanto dar continuidade nesse blog que fiz com tanto carinho... Mas estou com tantos problemas e tão apurada que não estou tendo tempo. Estou no Brasil e minha mãe está me dando uma super força, mas quando eu tenho um tempo aproveito pra malhar (tentar recuperar o corpitcho aos pouquinhos), ir na igreja e procurar um trabalho. Não posso abusar da minha mami porque ela também tem suas coisinhas pra fazer... E no final do dia quando a Laura dorme estou tão cansada que não encontro forças. Mas quero ver se essa semana eu já volto a postar pelo menos alguma coisinha, afinal a Laurinha está com quase 7 mesinhos e está enoooorme e super esperta !!! Querendo engatinhar, conversando (no seu idioma, é claro) e cada dia mais gostosa e levada. O sono é que continua o mesmo. Não dorme direito e deixa a mamãe podre !!! Mas já contarei tudo, nem que tenha que ir resumindo os meses. Queridos, mais uma vez desculpa pelo sumiço ! Fiquem com DEUS !!! E até breve, se Ele quiser !



    Postado por Manuela às 12h51
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    LAURA RECÉM-NASCIDA

    Essa fase se definiu para mim como muito stress. Nem bem saí da maternidade e mais e mais visitas... Todo mundo vinha fazer festa em casa, sujavam td, não ajudavam em nada, não me deixavam descansar e ainda por cima ficavam pegando a Laura qdo ela estava dormindo. Vinham da rua sem lavar as mãos, fumando dentro da minha casa (o que eu não admito), correndo atrás dos gatos... Não tive sossego! Isso q eu deixava um frasco de álcool 70% em cada banheiro pra ver se o povo se tocava, mas nada... O Marcos não estava nem aí... Não se importava nem comigo nem com a filha dele, apenas se ocupava de proporcionar bons momentos para a sua família, e isso não incluía nós duas. A minha mãe chegava a chorar vendo td q estava acontecendo... Ela q ia ficar um bom tempo por aqui me ajudando não aguentou e queria ir embora o antes possível. O Marcos faltava com respeito até com ela. Eu e ele brigamos muito, muito mesmo! Brigas feíssimas.

    Por causa de tanto stress meu leite descia mto pouquinho, as vezes não descia, e a Laura choraaava... Eu estava super preocupada! Tomava chá de camomila o dia inteiro e um africano q me recomendaram pra ver se descia mais... Também usava a bombinha tira-leite da Medela, mas saíam 3 ou 4 gotinhas e nada mais. Minha baby ficava o dia inteirinho pendurada no peito, 24 horas meeesmo! Tadinha... As visitas me diziam: "Ai, pq vc não pode deixar isso acontecer de jeito nenhum, onde já se viu, deixa ela chorar, não faz mal nenhum..." E mais blábláblá! Todo mundo se intrometendo, o q me deixava mais irritada e preocupada ainda. Meus peitos incharam, incharam muito, passei a usar umas 4 numerações a mais que a minha. Parecia a Pamela Anderson! Um dia ficou super empedrado e dolorido. Eu não sabia se era normal ou não e fiquei mais preocupada ainda, com medo q meu leite fosse embora... Queria muito, muito mesmo amamentar no peito. Não admitia de forma alguma ter que dar-lhe mamadeira. Para mim a amamentação materna é muito mais do q um ato de amor! É exclusivo, é único! Não há pai, avó que possa te substituir nessa função! É um dom q Deus te deu, uma coisa q não há valor q pague a troca de carinho, a magia, o vínculo que é colocar seu filho no peito cessando-lhe o pranto. Qdo ele te olha nos olhos então como se tivesse agradecendo, e vc segura a mãozinha dele, é... é... É tudo!!! Não há explicação plausível! Até me emociono!

    Qdo a Laura tinha uns 4 dias passamos uma noite muito mal. A Laura chorava, chorava muito... Tentamos fazer de td, compressa quentinha na barriga por se fosse gases, massagem, peito, virada pra cima, pra baixo, colocar música, cantar, não tinha jeito... Ela chorava sem parar e suava mto. Inconsolável. Eu fiquei desesperada, minha mãe tbm não sabia mais o q fazer. Pedi pro Marcos ir comprar o leite em pó q o pediatra do hospital havia recomendado e água mineral. Dei uma mamadeira. Gente, ela estava chorando de fome... Que tristeza... Pensávamos q era o início, q o leite materno demorava pra descer.

    Com 5 dias de vida levei-a ao pediatra. A médica foi tão, mas tão grossa, q eu não acreditava... Quando entrei no consultório a mulher gritava: "O q vcs estão fazendo aqui??? Essa criança só tem 5 dias! Não vou atendê-la!!! Ela está doente? Não? Então vão embora q eu tenho mais o q fazer!!! Ela só deve voltar aqui com 15 dias..." Como??? Eu me pus toda louca e o Marcos tbm! Quem era ela pra falar daquele jeito com a gente??? Eu era mãe de primeira viagem, tinha dúvidas e ela era obrigada a nos atender, estava ali pra isso!!! Um stress q foi um horror! Afinal nos atendeu... Examinou a Laura e ela estava com icterícia, que é qdo a pele fica amarela. Pediu exames pra ver o grau que estava. Também brigou comigo porque eu falei que queria amamentar no peito, mas que tive que dar uma mamadeira pq ela estava chorando de fome. Ela disse que não deveria ter feito isso... Deu um chazinho para os gases chamado Blevit Digest, especial para bebês e mto suave.

    Fizemos o exame de sangue. Meus olhos encheram de lágrimas de ver a Laura chorando, mas ela chorou mais por tirá-la do peito do que pela agulha. Estava td bem, graças a Deus. Apenas fiz banho de sol com ela por alguns dias e a icterícia passou. Me recusei a voltar na mesma médica. Minha mãe ficou revoltadíssima... Disse que jamais moraria neste país! Como td é tão diferente no Brasil...

    Eu em uma semana já havia perdido 9kg, estava pesando 66kg, apenas quatro a mais de antes de engravidar. Estava com as pernas super finas, mas a barriguinha ainda tava saliente. Comprei uma cinta dessas pós-parto mas passou alguns dias e já não me valia mais pq estava mto grande.

    Fomos ao pediatra aqui no povoado onde moramos e totalmente diferente. Mto bem atendidos! Ficamos cerca de uma hora na sala. Os pediatras me explicando sobre a amamentação, a pega correta... Eles disseram que o começo era assim mesmo, que eu tinha que deixá-la no peito o quanto e quando ela quisesse... Nem que ela ficasse umas 2 horas seguidas, se dormisse no peito, era para deixar tbm, pq ela sugava enquanto dormia... Depois ela própria faria seu ritmo aos poucos. Também explicaram que se deve deixar pelo menos uns 40 min. no peito pq o leite é composto de 2 partes. A primeira é como o colostro, é um leite magro, composto praticamente de água. Por detrás desse está o leite gordo, que é o que sustenta e faz com que a criança ganhe peso. Se deixamos pouco no peito por pressa ou qualquer outro motivo é como se a criança tomasse apenas sopa e não comesse o prato principal, de carne. Podemos saber se estamos fazendo direitinho pelas fezes. Se saem amarelas está td ótimo, mas se saem verdes é pq está tomando somente esse primeiro leitinho. Tbm pode acontecer de o bebê mamar bem num peito e qdo muda para o outro tomar apenas o colostro, aí as fezes podem sair um pouco esverdeadas mesmo.

    Foi o que fiz! Deixava ela o dia inteirinho no peito! Minha mãe tinha que me dar comida na boca, pq nem pra isso eu tinha tempo. Ir no banheiro??? Tinha que me segurar ao máximo e deixá-la chorando qdo não aguentava mais... Tomar banho? Depois que ela dormia e mto rápido por se acaso ela dava falta de mim e se despertava. Apesar de ter feito preparação pré-parto para o bico do seio, meu peito doía muito quando ela sugava. Mesmo assim não desisti. Queria amamentar de qualquer jeito! Passava o próprio leite materno no bico, o que ajudou mto a melhorar a dor e a cicatrização. Tbm antes de dormir passava uma pomadinha que a obstetra havia me indicado antes do parto. Aí qdo a Laura acordava para mamar eu lavava antes e pronto. Dizem que é mto bom passar Bepanthol.

    Com 11 dias caiu o umbiguinho. Fazíamos a cura apenas com álcool 70% e gaze. Secou bem e ficou bem bonitinho!

    Aos 15 dias da Laura minha mãe estava com passagem marcada de volta. Ia ficar completamente sozinha neste país com minha bebê recém-nascida... Até então a minha mãe fazia td pra mim, trocava, dava banho... Pq eu tinha muito medo, ela parecia tão fragilzinha... Tbm pelo umbiguinho no começo, e pq ela chorava muito, tanto para tomar banho quanto para trocar.  Ficava vermelha, quase roxa, me dava um ruim... E para cortar as unhas então??? A enfermeira no hospital me disse: "Ah, é só puxar!!!", olha que depravada, qdo eu pedi que cortassem as unhas dela pq estava se arranhando muito. A minha mãe cortava as das mãos enquanto ela estava no peito, o único jeito. As dos pés nem pensar! Bem, voltando ao tema... Me vi sozinha numa ilha deserta! Ainda pior pq estava malíssima com o Marcos. Ele não queria acordar a noite, não queria fazer nada, me ajudar em nada!!! Parecia que eu tinha feito a filha sozinha! Estava desesperada... Por motivos pessoais em família e de tanto stress decidi ir para o Brasil com a minha mãe. Fizemos o passaporte da Laura e com 15 dias de vida ela fez sua primeira viagem internacional. Que chique !!! Rsrs !

    Essa criança foi um anjo, uma benção!!! Ficou a viagem inteira quietinha, só chorava qdo queria mamar... Todo mundo ficava impressionado com ela. Tivemos problemas com o vôo, que teve que ser desviado, ficamos horas parados, um caos! Chegamos ao Rio de Janeiro super atrasados para o outro vôo, corremos muito, andamos quilôôômetros, sem exagero! Eu de salto alto, com a Laura no colo, dando de mamá, minha mãe com 5 malas enooormes mais o carrinho da Laura! Gente, eu chorava... Meus pontos doíam demaaais, eu já não aguentava mais, não tinha mais forças pra andar, nem sequer pra correr. A Laura foi uma verdadeira santa, não reclamou um minuto sequer, até fiquei preocupada! Chorei agradecendo a Deus por como ela foi tão boazinha, incrível!

    Resultado: perdemos o vôo para Curitiba! Eu não acreditava... Todos os quilômetros que fizemos correndo teríamos que voltar td outra vez para a companhia aérea resolver o problema. Nos pagaram hotel no próprio aeroporto e ali ficamos.

    Eu já não podia mais... Não me aguentava mais, literalmente! Minha mãe deu banho na Laura, eu fui dar de mamá pra ela e apaguei... Não via e nem escutava mais nada! Minha mãe ficou super preocupada! Dormimos umas quatro horinhas e no dia seguinte de manhã cedo, outra vez... Pelo menos eu estava de chinelo. Rs! A Laura foi a viagem inteira dormindo, só acordou depois que descemos do avião. Fiquei preocupada por causa da pressão, mas ela nem reclamou. A pediatra havia recomendado dar o peito ou a chupeta na hora da decolagem e da aterrizagem, mas a Laura não quis nem saber... Estava dormindo sempre! Rs!

    Em Curitiba levei-a ao pediatra. Ao mesmo que foi o meu pediatra e do meu irmão, o Dr. Jorge. Outra coisa... Sem comparação! Examinou-a todinha! Ela estava um pouquinho abaixo do peso, e ele mandou que eu tratasse de dar um jeito de aumentar meu leite. Explicou que há três fatores essenciais para a vinda do leite: a sucção do bebê (este papel a Laura estava cumprindo mto bem), a boa alimentação da mamãe ingerindo muuuito líquido (eu estava fazendo também), e o mais importante e fundamental: a tranquilidade e o sossego... Deixar tudo de lado e me dedicar e pensar somente na minha filha. E disso eu estava beeem longe! Ele disse pra eu aproveitar que agora ia ter um pouco mais de paz na casa dos meus pais para tentar reverter o quadro e descansar um pouco. Tbm me explicou sobre a alimentação, pra evitar comer coisas ácidas como a laranja, abacaxi, ou mto pesadas como o feijão, pq esses alimentos podem causar gases. E também não comer carne de porco, frutos do mar como camarão por exemplo, que podem causar alergia. Deu AD-TIL para a Laura tomar até que tenha um ano.  São umas gotinhas de vitamina A e D, muito importantes para fortificar os ossos e tal... Principalmente em Curitiba e aqui na Espanha, que são lugares mais frios, onde não se pega mto sol. 

    Fui na minha ginecologista fazer uma revisão dos pontos pq me doía muito, ainda não podia sentar e não haviam me passado nada para aplicar, pomada, nada... Apenas me mandaram lavar com água e sabão umas 3 vezes por dia. Um ponto meu tinha arrebentado (provavelmente devido a mto esforço e a tanto correr no aeroporto) e a cicatrização não estava boa. A doutora me mandou fazer a higiene com um sabonete especial anti-séptico a base de iodo e passar uma pomada. Ela viu que realmente eu não estava tendo muito leite. Disse que provavelmente fosse de tanto stress e me receitou Equilid, que é tipo um anti-depressivo mto fraquinho que tem como efeito colateral a vinda do leite. Disse que podia tomar Plasil também, mas o Equilid fazia mais efeito.

    De tão desesperada comecei a tomar os dois! A parte tomava muita água e chás o dia inteiro. Inclusive tomei um chá chamado Mamãe Weleda, que a Angélica também tomou, que ajuda na produção do leite. Me descia um pouco mais mesmo, mas não o necessário para alimentar a minha filha, então vez ou outra dava a mamadeira. Embarquei numa luta pra ver se conseguia fazer meu leite voltar. Fazia tudo que me diziam... Tomei água inglesa, remédio homeopático, cerveja preta (me ajudou um pouco, embora não recomendado), canjica... Estava desesperada demais!!! Não admitia a idéia de ter que dar mamadeira... Me sentia muito mal, totalmente frustrada como mãe e como mulher... Por que Deus não me deu esse dom de amamentar??? Eu sonhava com isso... Por que estava sendo castigada dessa maneira? O que eu fiz, me perguntava... Me sentia a última das últimas, um nada, uma m*... Enquanto há mulheres por aí que têm leite e preferem dar mamadeira... Fico louca com isso, embora seja opção de cada uma... E todo mundo me perguntava: "E aí??? Tá descendo mais leite???" e eu ficava mais ansiosa e nervosa... Até promessa fiz!

    Um dia que a Laura estava chorando muito liguei para o pediatra pq pensei que fosse cólica. Ele disse que era mais provável que fosse fome e mandou eu fazer um teste: dar 60 ml de mamá, se ela parasse de chorar era pq era isso mesmo. Dito e feito! Tadinha, mamou com tanto gosto... Teve um dia que fiquei sozinha em casa e vendo esses programas religiosos que passam na TV desabei em lágrimas... Chorava, chorava... Chorei muuuuito mesmo!!! Por que eu não era capaz? Por que a natureza não me deu essa bênção? Não era digna? Me sentia menos mulher...

    Alguns dias depois vi que não havia mais jeito. Eu não ia deixar a minha filha morrer de fome e logo que ela completou um mês comecei a dar mamadeira direto, mas sem tirar o peito. Deixava ela no peito até o último momento e aí dava a mamadeira depois. Nossa, que triste... Sim, porque eu pensava que ela chorava de cólica, e era de fome... Me senti péssima... Uma péssima mãe... Judiação da minha pequena... Deixei ela passar fome... O pediatra me recomendou dar o NAN 1. Ela mamava toda esganifada, pobrinha... O médico disse que era pq como ela já passou fome, ela pensava que a comida ia acabar e por isso mamava tão rápido... É de cortar o coração! O meu medo era que ela deixasse o peito... Todo mundo dizia que logo isso aconteceria, pq mamar na mamadeira é muito mais fácil e que ela ia recusar o peito. Mas se fosse pro bem dela, fazer o que, né?!

    Comprei um remédio a base de ocitocina para pingar no nariz que diziam que fazia descer mais leite. Realmente ajudou, mas não o suficiente. Usava a bombinha e conseguia extrair uns 20 ml apenas... O meu seio direito sempre pingava um pouco de leite, mas a Laura não gostava dele e não gosta até hoje pq o bico é menor e fica mais difícil para ela pegar. Mas forço ela a pegar algumas vezes, se não pode acontecer como o da minha prima, que o leite secou só de um lado e ela ficou com um peito bem maior que o outro. Fui ao banco de leite do Hospital das Clínicas para ver se eles me davam alguma solução. Cheguei lá, expliquei o caso, e a moça foi examinar meu peito. Perguntei se não poderia ser por causa da prótese de silicone, pq alguém já havia comentado comigo e ela disse que em muitíssimos casos pode acontecer. Mas o meu eu tinha quase certeza que era de tanto stress. Qdo ela apertou meus seios, milagre!!! Espirraram dois jatos de leite!!! Inacreditável! Ela disse para eu não dar mais mamadeira e insistir no peito, mas não fui capaz. A Laura chorava muito quando tinha fome. Eu só torcia para que, pelo menos, ela não largasse do peito tão cedo.

    Ela sempre foi muito boazinha, não teve muitas cólicas, gases e nem nada. Mas qdo começou a mamar NAN1 prendeu um pouco o intestino dela. Antes ela fazia um pouco de caquinha várias vezes ao dia, depois passou a fazer uma vez por dia e tinha dias que não fazia... Me recomendaram dar Funchicória para intestino preso e gases. É um tipo de açúcar natural parece, de plantas... Não sei direito. Se compra em farmácias. Eu dava misturado com o chazinho. Até coloquei um pouco na chupeta (que eu nunca quis dar, mas tentei para acalmá-la) pra ver se ela pegava, mas não houve maneira. Rs! Chupeta ela não queria de jeito nenhum! Fazia cara de nojo, de que ia vomitar! Rsrs! Ela começou a ter um pouco de gases também, o pediatra verificou apalpando a barriguinha dela e receitou Milicon gotas. Conversando com outras mamães descobri que o NAN1 prendia muito o intestino e que elas trocaram pelo Nestrogeno (não sei se é exatamente esse o nome), melhorou muitíssimo. Mas como eu já ia embora pra Espanha não experimentei.

    Continuamos no próximo post: Laura com 1 mês.



    Postado por Manuela às 15h17
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    ESTAMOS DE VOLTA !!!

    Ooooláááá !!! Que saudade que eu estava disso aqui !!! Tudo bem com vocês ???

    Bom, tive um tempinho e vim correndo postar aqui. Como estou há muito tempo sem escrever, vou escrever por meses. A Laura amanhã já completa 4 mesinhos ! O tempo passa voando mesmo !!!

    Comigo está tudo bem, tudo indo... Estou na Espanha, sem trabalhar de momento, só cuidando da minha picarrucha ! O Marcos também está sem trabalhar temporariamente e por isso me sobrou esse tempinho pra postar. Nós dois não estamos muito bem, mas vamos levando... Temos falado muito em separação, e ele ameaça que vai tirar a Laura de mim... 

    Como muita gente sabe, eu estou nesse país única e exclusivamente por causa do Marcos. Não gosto nada do país (me desculpem os espanhóis, nada contra, é apenas um gosto pessoal), estou longe da minha família que eu eu tanto amo, das minhas tradições e cultura, não tenho nada e nem ninguém, não tenho amigos porque o Marcos sempre foi muito ciumento e eu sempre vivi em função dele e para ele. Aqui tudo é mais difícil para mim, inclusive para arrumar um trabalho na minha área, visto que há que saber a língua tanto escrita como oral perfeitamente. Sem contar o segundo idioma que há que saber (no meu caso o terceiro), que é o regional aqui, o galego. Quando no Brasil tenho tudo muito mais fácil... Dependo muito do Marcos para tudo, moro no meio do mato, não saio de casa, não tenho carteira de habilitação aqui, a minha internacional não vale, não sei nem sequer me locomover sozinha. Já tive início de depressão e não tenho vergonha nenhuma de dizer que inclusive precisei tomar remédios enquanto não me acostumava a viver aqui... Reconheço que foi um erro meu por não preservar a minha individualidade e a minha independência, e que hoje estou pagando por ele.

    A Laura está completando 4 meses e eu, é claro, não estou trabalhando... Eu e o Marcos tínhamos feito um acordo antes de eu engravidar que eu só ia voltar a trabalhar quando a Laura fizesse um aninho. Claro, eu queria curtir a minha filha !!! Passa tudo tão, mas tão rápido e sempre falei pra ele que ia aproveitar essa fase ao máximo, nada de colocá-la na creche e coisas do tipo. Além do mais, ninguém cuida do nosso filho como a gente... Só de pensar que vão deixar ela chorando ou não vão lhe fazer casinho... Ai, que coisa ruim me dá ! Não sou capaz !!! Ainda mais que a Laura ainda mama no peito.

    Só que quando discutimos, o Marcos fica me jogando em cara que eu não trabalho, que posso perder a guarda da Laura, que vai tirá-la de mim nem que tenha que colocá-la em uma assistente social, que vai alegar ao juiz que tomo anti-depressivos e blábláblá ! Uns roloooossss... Fortíssimos ! Nossa, tenho muita vontade de largar tudo pro alto... Eu queria muito voltar para o Brasil, penso nisso todos os dias, mas por mais que o juiz dê a guarda dela para mim, (consultamos um advogado que nos disse que seria o mais provável), o Marcos pode me proibir de sair com minha pequena do país, ou seja, vou ter que ficar é por aqui mesmo, sem a minha filha JAMAIS !!!

    E se me separo dele antes de 3 anos de casados ainda perco meus papéis. Por meu pai ter a dupla cidadania portuguesa, eu tenho direito aos papéis por ele, mas isso demoraria uns 6 meses que eu ficaria aqui sem trabalhar... Cada coisa de arrepiar os cabelos ! Éééé, minha gente... Nada fácil ! Tenho uma possibilidade de voltar pro Brasil, um trabalho que apareceu... Quero levar o Marcos, mas ele não está gostando muito da idéia, com o qual provavelmente terei que me conformar e morar por muito tempo ainda aqui na Espanha.

    Estou contando tudo resumidamente porque é uma história longa e complicadíssima; além de triste... Jamais pensei que as coisas fossem ser assim... Mas também não vem ao caso aqui, porque como já disse outras vezes, esse espacinho é de alegria !!! Confesso que muitas vezes penso que não nasci para ser feliz... A minha felicidade vai ser a felicidade da minha filha, já estou conformada com isso ! E por ela sou capaz de tudo !!! TUDO !!!

    Ontem estávamos bem, hoje também, amanhã só Deus sabe... E assim vamos levando !

    Bom, vamos ao que interessa !!! Próximo post: Laura recém-nascida.



    Postado por Manuela às 14h00
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    LAURA 24 HORAS !!!

    Amigas, vocês me desculpem, mas está sendo impossível postar aqui !!! A Laura tá me dando um trabalho imeeeenso, tem dormido pouco, apesar de ser muito boazinha. É muito puxado ser mamãe !!! Rsrs ! Eu sabia que era difícil, mas não imaginava que fosse tanto ! Nossa, tenho me sentido uma inútil ! Não posso fazer nada ! N-A-D-A !!! Não vivo mais, é Laura 24 hs ! Mas não posso reclamar porque minha filha é minha vida, minha maior benção ! Ela é linda demaaaaaais, meu Deus !!!

    Ainda bem que todo mundo diz que é uma fase, que depois dos 3 meses melhora. Assim espero !!! Ui, que medo me dá ! Rsrs ! Porque só assim poderei contar pra vocês tudo que quero ! Não se preocupem que vai estar tudo aqui explicadinho e registrado, cada momento desde que ela nasceu.

    E pensar que eu queria um casal... Afff !!! Nananão !!! Só a Laura tá bom demais da conta !!! Hahahaha !!! Sério mesmo ! Não quero outro filho !

    Bom, vou contar uma coisinha que me dá tempo: a Laura está com 56cm e 5,350kg. Engordou um quilo em uma semana e ganhou um centímetro !!! Afff !!! Está a coisa mai gorducha e mais gostosa da mamãe !!!

    E a filhinha da minha prima que tem uns dois meses mais que a Laurinha já está dormindo a noite inteira direto !!! Que invejaaaaaaa !!! KKKKKKK !!!

    É tudo muito lindo !!!

    Mas muito cansativo também... Estou virada num bagaço !

    Rsrsrs !

    Que falta minha mãe me faz... Snif ! Já estamos uma semana longe dela...

    Voooooouuuuuuu...

    Assim que der eu volto !



    Postado por Manuela às 13h11
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    DESCULPAS...

    GENTE, DESCULPA PELA FALTA DE ATUALIZAÇÃO, MAS A LAURA NÃO ME DEIXA DE JEITO NENHUM UM TEMPINHO PRA POSTAR AQUI. QUANDO ME PERMITE ALGUNS MINUTINHOS APROVEITO PARA IR AO BANHEIRO, TOMAR UM BANHO E POUCO MAIS ME DÁ TEMPO !!! RSRS ! O COMECINHO É ASSIM MESMO, A GENTE NÃO VIVE MAIS PRA GENTE ! MAS NÃO ABANDONEI O BLOG NÃO, PELO CONTRÁRIO, TÔ CHEIA DE COISAS PRA CONTAR PRA VOCÊS !!! ASSIM QUE DER UMA FOLGUINHA EU TÔ AQUI, PROMETO ! AGORA POR EXEMPLO ESTOU ESCREVENDO COM UMA MÃO SÓ PORQUE TÔ SEGURANDO A MINHA LINDA COM A OUTRA, ELA ESTÁ MAMANDO ! POR FALAR EM LINDA, ELA É MUITO LINDAAAAAAAAAA !!! AI, TÔ APAIXONADA ! BEIJOS, MENINAS (OS) E OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS ! LOGO, LOGO ESTAREI AQUI COM MIL NOVIDADES !!!



    Postado por Manuela às 19h54
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    E NASCEU A PERFEIÇÃO: LAURA !

    Ooooolá !!!! É com grande prazer e uma felicidade indescritível que venho anunciar o nascimento da Laura no dia 20 de setembro !!! Não pude postar antes porque essa princesa tem tomado e enchido de alegria todo o meu tempo. Inclusive hoje ainda nem postarei fotos, porque para colocá-las aqui antes tenho que editar o tamanho delas e agora tenho minha vidinha no colo mamando e não posso. Rsrs ! Só vou contar como foi tudo.

    Bom, chegou o dia 16, data prevista para o nascimento da Laura, e nada dessa mocinha querer sair ! Eu mais nervosa e ansiosa impossível ! Dia 18 tinha consulta novamente. Exame basal de novo. Estava tudo bem com ela, mas se não nascesse até o dia 28 iam me internar. O médico disse que provavelmente nasceria antes porque a barriga já estava muito baixa. Falou pra eu fazer caminhadas que ajudaria a que fosse mais rápido.

    Dia 19 e nada... Resolvi fazer uma caminhada com a minha mãe pela estrada que passa aqui ao lado de casa. Andamos uns 40 minutos. Cheguei em casa e o Marcos queria ir no barco pescar, mas eu sugeri de irmos no cinema. Estávamos conversando sobre os filmes, os horários, etc., quando eu levantei pra me arrumar, cerca de uma hora depois, sinto algo escorrendo... Fui no banheiro e havia soltado um pouco de líquido. Fui correndo mostrar pro Marcos e pra minha mãe e começou a escorrer mais. Pensamos que era a bolsa que havia rompido.

    Fui tomar uma ducha para ir para o hospital. Começou a me dar uma dorzinha bem fraquinha na barriga, como cólica de menstruação. Chegando no hospital eles me examinaram e eu tinha apenas expelido o tampão mucoso. O médico falou que ainda podia demorar até 72hs para ela nascer e que eu podia voltar para casa.

    Já no caminho a cólica começou a ficar um pouco mais forte. Cheguei em casa e fui deitar. A dor começou a aumentar e ficar espaçada. Nem consegui dormir. Fui cronometrando o tempo das contrações e a dor foi se intensificando. Os intervalos ficando mais reduzidos. As 4 da manhã voltei para o hospital. Já estava sentindo bastante dor e as contrações apareciam em intervalos menores que 5 minutos, que é quando recomendam acudir ao hospital.

    Me internaram. Me puseram num quarto com uma mamãe e um recém-nascido. Achei o cúmulo do absurdo !!! E se eu fosse escandalosa ??? Bom, a sorte é que pela manhã a outra paciente já receberia alta, porque as minhas dores começaram a ficar muito mais fortes... Ui, ui, ui ! Dói demais, DEMAIS !!! Eu sabia que doía, estava preparada, digamos assim, mas não pensava que fosse tanto ! Já não tava mais aguentando... Não via a hora de me colocarem a pelidural. E nada !

    As contrações já estavam de dois em dois minutos, mas verificaram a dilatação e ainda não era suficiente para aplicar a anestesia. Voltei para o quarto. As contrações passaram a ser de minuto em minuto. Genteeeeee, é muita dor !!! Affff !!! Eu pensei que não ia aguentar mais ! Pelo amor de Deus, a pelidural !!! Coitado do braço e da mão do Marcos, quase quebrei ele inteiro...

    Me levaram para a sala de pré-parto, verificaram a dilatação e estava com 3. Eu já não era responsável por mim... Rsrs ! Não conseguia me controlar e não tenho nem noção de quanto gritei ! Ainda mais que não tinha mais o braço do Marcos pra apertar. KKKKKKK !!! Mas acho que não foi muito, porque ninguém reclamou. Ainda por cima tinha uma mulher na sala de parto que teve que fazer cesárea e por causa disso iam demorar um pouco para aplicar-me a anestesia. Eu já tava xingando a mulher de tudo quanto é nome (em pensamento, claro ! Rs !).

    Depois de levar um sermão por tantas tatuagens, finalmente me aplicaram a pelidural. Que alívio !!! Meu Deus do céu ! Nunca havia sentido uma dor assim antes, sem exagero. Até falei pro Marcos que se ele quisesse ter outro filho íamos adotar. Rsrs ! Depois de anestesiada, parecia que estava no paraíso !!! Mas a alegria durou pouco... A minha dilatação foi super rápida e quando estava com 6 rompeu a bolsa. Logo depois comecei a sentir uma dorzinha, uma dorzinha, que foi aumentando, aumentando... Ai, ai, ai !!! Que terror, outra vez...!

    Eu pensava que depois da pelidural já não sentiria mais nada, mas engano meu. Chorava de dor ! Mediram a dilatação e já estava boa para começarmos o trabalho de parto. Até que enfim !!! Estava com o aparelhinho que mede as contrações, e cada vez que estava por vir uma delas a enfermeira me dizia: "Empurra !!! Vamos !!! Muito bem, perfeito !!!" Eu fazia muita força, não via a hora que ela saísse de uma vez ! Nessa hora você até esquece um pouco da dor... 

    Fui para a sala de parto. O Marcos estava junto, mas não deixaram ele gravar nem tirar foto. Ele ficou um pouco impressionado porque tiveram que me cortar e levei cerca de 20 pontos (internos e externos). Depois de 12 horas de sofrimento a Laura nasceu de uma vez só, toda linda e perfeita !!! Até que o trabalho de expulsão foi rápido. É inexplicável a sensação de quando a colocaram em cima de mim... Ela já estava com os olhinhos abertos e queria mamar. Levaram-na para limpar e logo me trouxeram de novo. Nasceu com 3,350kg e 49,5cm, uma verdadeira princesa, um anjo ! Deus mandou a perfeição para a Terra !!!

    Na sala de repouso dei o peito para ela, que pelo jeito nasceu com fome. Mas ainda não saía nada... O colostro demorou quase 3 dias pra descer. Os pontos dóem muuuito, bastante mesmo. Pra sentar é muito ruim, quase impossível. No dia seguinte fui levantar da cama para fazerem a limpeza do quarto e desmaiei porque, segundo o Marcos, havia perdido muito sangue. A enfermeira toda grossa e estúpida me dando tapas para que eu acordasse... Minha mãe ficou indignada !

    A Laura dormiu bem até, só no segundo dia que ela teve bastante gases e aí as enfermeiras tiveram que levá-la para dar mamadeira e um chá relaxante. Eu até chorei de nervoso, porque queria amamentá-la apenas no peito. O Marcos no primeiro dia nem acordou com o choro dela !!!

    Eu tive tanta, mas tanta visita que não pude nem descansar. Fiquei praticamente os 3 dias sem dormir e ninguém nem aí... Parecia que eu tinha ganhado uma boneca ! Ninguém me respeitou. Fiquei muito de cara ! Sem falar que pegavam na Laura com as mãos sujas, depois de fumar e vir sabe Deus de onde. Todos queriam pegá-la e não a deixaram em paz. Parece que esqueceram que eu havia acabado de estar em trabalho de parto e que a Laura era um serzinho tão frágil e ainda sem imunidades que acabava de nascer. Eu e minha mãe quase entramos em parafusos !!! Já o Marcos parecia que nem estava aí para nada... Não se preocupou nem um momento comigo nem com a filha dele. O povo aqui não tem muito semancol... Não limitaram o número de visitas e nem os horários, ou seja, festa total !

    Na segunda-feira já tive alta. Saindo do hospital todo mundo me parava dizendo: "Ai, que coisa mais linda !!! Nossa, nem parece que é recém-nascida, já tem a carinha toda formada !!!", fazendo sucesso desde pequenina ! Rsrs ! Essa menina vai ser uma estrela !

    Bom, hoje ela está com 12 dias, mais linda do que nunca ! É suuuuper forte, nossa, quando vamos trocar a fralda, ela empurra tanto com as pernas que é incrível !!! E na cabecinha também, que força !!! Já a sustenta super bem. Abre sempre os olhinhos, dorme de 3 a 4 horas seguidas, só quando tem dorzinha na barriga que não, um verdadeiro anjinho. Todo mundo diz que ela é a cara do pai !!! Mas a boca acho que vai ficar parecida com a minha. A mãozinha também !!! Já os pés são totalmente do Marcos ! Tadinha ! Rsrs ! 

    O umbiguinho já caiu ontem. Ela está mamando no peito mas a parte dou o chazinho as vezes para aliviar a barriguinha, já que é especial para bebês e não faz mal. O nome é Blevit. 

    Ah ! Com 4 dias já colocamos o brinquinho na orelha. Eu nem quis estar junto, deixei minha mãe e o Marcos, mas depois que escutei seu choro, chorei junto. Ai, que dor no coração...

    Enfim, eu tô completamente apaixonada, atontada por minha filha !!! Mas agora não posso escrever mais porque ela tá choranduuuuu... No próximo post eu conto mais ! Beijos, beijos, beijos !



    Postado por Manuela às 15h31
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    SÓ NA EXPECTATIVA !!! LAURA, VEM LOGOOOO !!!

    Ai, meu Deus !!! Essa  Laura  que não nasce... Rs ! Que nervosismo ! Tá todo mundo esperando pra ver essa bichinha e ela fazendo o maior suspense ! A minha barriga está bem baixinha já, ela tem se mexido ainda, mas não tem dado chutes e nem nada mais, deve estar encaixada suponho... Sinto só os movimentos dela. Algumas vezes dói um pouco porque são bem embaixo. As travadas nas pernas e lombar continuam. Aliás, eu já não consigo nem sentar direito mais, só com as pernas abertas ! Cômico ! Pra dormir também está super incômodo. Sem contar que levanto pelo menos umas 10 vezes pra fazer xixi. Tenho umas olheiras horríveis por isso ! Tá pesando demais !!! Estou me sentindo super inchada, mas de semana passada pra cá dei uma emagrecida de quase um quilo. Hoje me pesei e estou com 74,3kg, ou seja, dentro do previsto, já que o médico disse que eu não podia passar dos 77kg.

    Ontem quando me olhei no espelho que susto levei !!! Notei a minha boca suuuper inchada ! Agora sim está dando pra perceber bem !!! Que feiaaaa !!! Rsrs ! Ai,  Laurinhaaaa ... Venha logo, sua preguiçosa !!! Bom, a Lua muda totalmente para Cheia amanhã as 10h13 da manhã, se não me falha a memória... Vamos ver se dá certo a tal da crença.

    Estou cada dia mais ansiosa, nervosa, preocupada e confesso que um pouco insegura... Que medo me dá ! E pensar que daqui a uns 2 ou 3 dias a minha vida vai mudar COMPLETAMENTE !!! E para sempre !!! Que um serzinho tão especial vai estar dependente de mim... Ui, dá um frio na barriga ! Será que vai ser boazinha ? Será que vou saber lidar com ela ? Será que vou ser boa mãe ? Conseguirei identificar os seus chorinhos ? Como atuará Marcos ? E quando a vovó for embora ? Ela não vai ter nem um mês ainda... Ai, meu Deus ! Será que vou dar conta do recado ? E a amamentação, vai doer muito como dizem ? Conseguirei suportar ? Qual será a sensação quando a veja pela primeira vez ? E os meus gatinhos, como atuar com eles, com o ciúme ? Ai, ai, ai... Dúvidas, dúvidas, dúvidas cruéis ! E quanto mais ela demora, mas aparecem... Rs !

    Ah ! Estou tendo bastante vontade de comer melão ! Essa semana comi dois deliciosos !!! Rsrs ! Nem vou lembrar muito se não vai me dar vontade de novo e o Marcos está trabalhando agora... Rsrs ! A parte que é domingo e está tudo fechado.

    Ontem eu, o Marcos e a minha mami fomos pescar. Deixo aqui algumas fotinhos de ontem, do meu gatinho Lucky, de alguns detalhes do quartinho e um beijo pra vocês ! Espero no próximo post já vir com notícias da minha princesa, já que amanhã já completo as 40 semanas. A propósito: não sei por quê dizem que ficamos 9 meses grávidas quando na verdade ficamos 10...

     



    Postado por Manuela às 12h48
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]





    40 SEMANAS DE GESTAÇÃO

    Feto: se ele ainda não veio ao mundo até agora, vai estar com 50cm de altura, pesando aproximadamente 3400g. Neste período seus movimentos diminuiram e ele está pronto para nascer. O dia do nascimento deve estar programado para essa semana, mas é normal que se prolongue por até mais duas. Se a gestação se prolongar, deve ser acompanhada de perto pelo seu médico.

    Se a bolsa de água romper, não se desespere. Depois da bolsa rompida, as contrações podem demorar a aparecer. Ligue para seu médico, que te orientará o que fazer. Caso as contrações comecem, avise seu médico. O trabalho de parto demora em torno de 8 horas. O processo completo de parto normal envolve contrações, dilatação do colo do útero e o rompimento da bolsa d'água, mas talvez isso não aconteça nessa ordem. Se você tiver 5 contrações em 10 minutos e ainda não tiver eliminado o tampão sangüíneo que alerta a dilatação do colo uterino, poderá acontecer agora. Por isso, fique bem preparada. Daí pra frente então, é só alegria! Parabéns pela chegada do seu nenê e aproveite ao máximo a presença desta nova vida em família!

    *** Informação adaptada tirada dos sites Guia do Bebê e Cadê o Nenê. Os links estão aqui ao lado !



    Postado por Manuela às 12h29
    [ Comente Aqui! ] [ Envie pra Alguém! ]